loader

Agricultura vertical é sem dúvida o método mais produtivo de utilizar cada m2 para cultivo de vegetais e folhosas. Não existe outro método com eficiência na utilização de água comparável ao cultivo de interior. Em salas interiores de cultivo, a água simplesmente flui num ciclo, sendo o meio de transporte de nutrientes e minerais. A agricultura vertical indoor de ambiente controlado tem o benefício de ter colheitas previsíveis e uniformes, bem como taxas de crescimento mais elevadas sem pesticidas.

Ciclo da água: Irrigação > Transpiração > Condensação De uma forma muito simples: a água é misturada com os nutrientes e é fornecida às plantas de uma forma programada, saturando as raízes e substrato. Através das raízes, as plantas bombeiam esta solução para as folhas e frutos, libertando água para o ambiente envolvente… a partir deste momento a água cumpriu o seu papel! A água é então recolhida do ar através de um desumidificador (para mais informações ver o nosso artigo sobre equipamento para Agricultura em Ambiente Controlado). O desumidificador serve assim tanto uma necessidade (baixar a humidade relativa do ar) e um utilidade (recuperando água).

A ventilação não deve ser ignorada, pois não é apenas necessária para arrefecer as folhas das plantas e facilitar a transpiração, mas é também necessária para manter as pestes sob controlo. Em agricultura vertical, as plantas estão dispostas com maior densidade tanto lateralmente quanto verticalmente, assim é importante ter atenção a todos os pontos e verificar que as necessidades de fluxo de ar estão a ser cumpridas.

Que se faça luz!

A iluminação, bem como a sua qualidade e quantidade são um dos factores mais importantes a ter em consideração quando montar o seu novo sistema de agricultura vertical. É neste equipamento que estará grande parte do investimento e custos operacionais.

Antes de investir em iluminação, deverá ter algum conhecimento sobre o tópico e ter respostas para algumas das questões:

  • As necessidades da espécie cultivada Irá cultivar em fase vegetativa, de floração ou ambas? Qual é a máxima intensidade útil que a planta tolera?
  • Consumo em termos de Potência e Factor de Potência das luminárias Qual a tecnologia de iluminação?Quanta radiação PAR receberá por W (μmol·s–¹·W–¹)?
  • Dimensão das Áreas de cultivo e Distância Luminárias-Canópia O tamanho das prateleiras ou mesas de cultivo em termos de área de chão? O formato das luminárias e ângulo de iluminação?
  • Capacidade de arrefecimento do sistema Como irá arrefecer/ remover calor das lâmpadas?
  • Equilíbrio entre variáveis As luzes foram selecionadas de acordo com as condições climatéricas que deseja manter?

Estruturas de Crescimento

Será necessário encontrar a estrutura que melhor serve o propósito e o espaço disponível. Além disso, terá de se certificar que a estrutura está preparada para aguentar o peso a que será sujeita (não esquecer que 1L água equivale a 1 kg , além disso terá de contar com o peso das plantas adultas, bem como o peso do substrato e dos vasos, se for esse o caso). Deverá também ter em conta a logística: nomeadamente a facilidade de inspecção e de remoção de plantas, a facilidade de acessos a todos os níveis (ter em atenção a altura) e a facilidade de limpeza. Um factor fundamental é o tipo de material e a sua estabilidade. Não quer nem substituir todas as estruturas devido a ferrugem nem quer que estas lhe caiam em cima!  

Sala de Cultivo

Para ter uma boa sala de cultivo, deverá ter uma câmara isolada. Isto fará com que o seu espaço se mantenha limpo e livre de pestes, com que seja mais fácil manter as condições climáticas desejadas e a eficiência do seu equipamento.

Monitorização e Automação

É especialmente importante neste tipo de cultivo (mas é importante para todos!!) ter um bom sistema de monitorização integrado com o seu equipamento de modo a criar horários, set-points e alarmes. Dependendo do seu nível de investimento e sofisticação desejados, poderá automatizar tudo ou apenas algumas partes ou ainda simplesmente monitorizar e registar os valores históricos.

Conclusão

Precisaríamos de vários artigos para explicar corretamente todos os fatores que deverá ter em conta quando montar o seu sistema de agricultura vertical. Além de todo o equipamento necessário e como dimensioná-los corretamente, é também importante ter algum conhecimento da biologia das plantas, termodinâmica e um protocolo bem pensado para que o possa seguir e para que tudo corra como planeado!

Leave a Reply

Your email address will not be published.